"Não acrescentemos dias à nossa vida, mas vida aos nossos dias"
Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006
Dia 31/01/06
Tornámo-nos num só, num só coração, numa só mente, numa só alma. Sinto o que sentes e expressas o que sinto antes de eu poder arranjar palavras para o fazer, já acontecia dantes mas agora é mais nítido.
Nunca tive tanta certeza de um sentimento, nem mesmo quando me queimo, nem mesmo quando me acariciam, nem mesmo quando choro, nem mesmo quando rio.
O teu toque é como uma pena, de tão suave e lindo que é. Sinto o teu toque sempre que o quiser sentir, é escusada a tua presença em corpo, porque sei que em mente e espírito estás comigo...além disso o teu toque é inesquecível, por isso basta-me fazer um mínimo esforço e recordo-me dele.
És linda, aos olhos ignorantes apenas és linda exteriormente, mas esses não sabem o que perdem, porque tu és tão linda interiormente. Não estou a desprezar a tua beleza exterior, essa abunda e ninguém tem dúvidas dela, muito menos eu, mas a tua beleza exterior reflecte-se no meu olhar. A resposta ao meu brilho intenso dentro do meu olho és tu...por onde andaste estes anos? Teria sido tudo tão mais fácil, se eu te estivesse apenas a olhar...

Adoro-te muito ;) *


publicado por Sr. Dr. Ricky às 20:47
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Domingo, 29 de Janeiro de 2006
No Meu Olhar


Vejo-te reflectida no meu olhar, és o brilho do meu olho, a felicidade traduzida num brilho intenso.
Vejo-te na minha mente, apareces sem pedir com licença, mas eu não me importo, aliás, adoro!
Vejo-te no meu coração, ocupaste o vazio que o consumia, estava prestes a ficar com um lapso imenso no meu coração, mas apareceste tu, e completaste-o.
E quero ver-te no futuro, lado a lado comigo, a sorrir, num gesto inocente demonstrando felicidade pura.
E quero ver-me a mim, lado a lado contigo, com um sorriso de orelha a orelha, acompanhando-te numa dança interminável.

Devo-te dizer que me estás a proporcionar os momentos mais felizes de sempre.
Adoro-te mesmo =)


publicado por Sr. Dr. Ricky às 15:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Sábado, 28 de Janeiro de 2006
A Realidade Tornou-se Um Sonho
Antes, de ambos confessarmos os nossos sentimentos um ao outro, a minha expectativa era que um dia, quando ganhasse coragem suficiente, te expressaria o meu sentimento, apenas para me largar dele o mais facilmente possível (missão essa, impossível). Pensava eu que sabia que não era correspondido, mesmo sentido o contrário. Sempre senti que pudesse ser correspondido mas não seria convencido ao ponto de achar que o era, principalmente quando a pessoa em causa és tu, magnífica.
Apenas em sonhos é que tu alguma vez estarias apaixonada por mim, pensava eu. Mas agora dizes que estás, mais do que eu penso, elogias-me, dizes que sou perfeito, dizes que me adoras, e eu fico arrebatado!
Nunca que a minha mente, ou o meu coração, pensaram que alguma vez um sonho se tornasse realidade, ou que a realidade se tornasse um sonho.
Eu perco as palavras, porque este sentimento é maior do que qualquer palavra, do que qualquer combinação delas, por mais linda e poética que for.
Obrigado por me fazeres tão feliz, porque tu o fazes e muito. =)


publicado por Sr. Dr. Ricky às 18:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2006
Gosto de ti =)
Engraçado, como palavras tão simples têm um efeito tão intenso quando ditas pela pessoa certa. Quando me diriges essas palavras sinto-me "alguém", pois sei que "alguém" se importa verdadeiramente por mim.
Anseio estar contigo, mais uma vez, sempre mais uma vez, e outra e outra...Dou por mim a pensar em ti mesmo nos momentos mais tenebrosos e obscuros da minha vida, acho que é uma forma de me iluminar, pensando nesse teu sorriso, nesse olhar, na tua voz, na forma como falas de mim, no modo como dizes "Eu gosto de ti".
Faltam-me as palavras porque tu as roubas da minha boca.
Ultimamente não paro de sorrir, assim que penso em ti, um sorriso sentido rasga-me a cara =)


publicado por Sr. Dr. Ricky às 21:03
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2006
Estado De Espírito



Frank Sinatra - "Cheek To Cheek"

Heaven, I’m in heaven
And my heart beats so that I can hardly speak
And I seem to find the happiness I seek
When we’re out together dancing cheek to cheek

Heaven, I’m in heaven
And the cares that hung around me through the week
Seem to vanish like a gambler’s lucky streak
When we’re out together dancing cheek to cheek

Oh I love to climb a mountain
And reach the highest peak
But it doesn’t boot me half as much
As dancing cheek to cheek

Oh I love to go out fishing
In a river or a creek
But I don’t enjoy it half as much
As dancing cheek to cheek

(come on and) dance with me
I want my arms about you
That charm about you
Will carry me through...

(right up) to heaven, I’m in heaven
And my heart beats so that I can hardly speak
And I seem to find the happiness I seek
When we’re out together dancing, out together dancing
Out together dancing cheek to cheek


publicado por Sr. Dr. Ricky às 20:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Domingo, 22 de Janeiro de 2006
Verdade Verdadeira!
Estava "passeando" por blogs, e vi este comentário num deles:

"É muito dificil viver de Alma aberta e de coração cego, sofre-se mais...mas a recompensa é superior ao sofrimento. A recompensa é uma vida repleta de pequenos momentos insignificantes, que juntos traduzem o verdadeiro significado da palvra Felicidade. Encantamentos mil"

Meu Deus, como é verdade, hoje em dia queremos ter certezas de tudo, sem ainda termos feito alguma coisa. Como podemos querer certezas de um resultado de alguma coisa se ainda não a fizemos!?
Mas hoje em dia, precisamos dessas certezas fúteis, elas dão-nos uma segurança falsa. Mas para mim chega, vou avançar sem certezas de nada, apenas abrindo o meu coração.


publicado por Sr. Dr. Ricky às 11:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 21 de Janeiro de 2006
Os Pontos Negros


Estava eu a reler os meus artigos anteriores e percebi que fiz poucas referências a esta bela banda.
Uma das minhas características é que eu adoro qualquer tipo de música, mas apenas algumas bandas conseguem permanecer para sempre nas minhas listas mais ouvidas. E esta banda é uma delas.
"Os Pontos Negros" não é nenhuma banda famosa, por isso não se preocupe o leitor que nunca ouviu falar dela e estava agora mesmo a pensar que era um ignorante musical. Esta banda é uma "banda de garagem", ou neste caso "banda de cave de Igreja".
Ela surgiu da união de 3 jovens, todos eles parte integrante da Igreja Baptista de Queluz. E um deles é bastante meu amigo, um camarada mesmo.
Ele é o baterista, um óptimo baterista, o seu irmão Jonatas é o guitarrista/vocalista e depois há um outro guitarrista, o Filipe Sousa.
O tipo de múscia deles é "rock evangélico", por outras palavras um tipo de rock que as suas letras têm muita influência religiosa. Eu, pessoalmente, adoro a música deles, não consigo parar de ouvir desde que ouvi pela primeira vez. O único elemento que completava era um baixo para dar algum "peso" à melodia, mas com ou sem baixo estes rapazes têm futuro!
O David, o baterista, dá um show na bateria de se lhe tirar o chapéu! Pode-se dizer que a bateria, muitas vezes, toma o papel principal na música.
Tenho pena de não teres entrado para o Conservatório, mas foram eles que ficaram a perder!
Continuem com o óptimo trabalho, tanto gravado como ao vivo! Desejos de muito sucesso!

Para quem quiser ouvir algumas músicas deles é só dirigirem-se a http://myspace.com/ospontosnegros/ ou
http://www.florcaveira.com/


publicado por Sr. Dr. Ricky às 13:57
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2006
Apetece-me...
Hoje senti uma vontade imensa de te expressar o meu amor. Mas recuei, hesitei por tempo demais e deixei o meu cérebro voltar a tomar posse de mim. É algo que ando a evitar para conseguir dizer-te tudo o que está na minha garganta ainda, acho que é por isso que escrevo os textos que escrevo, é uma forma de te expressar isto tudo sem que o meu cérebro figure como um entrave. Tu lês, dizes que gostas e perguntas para quem é, eu respondo com o maior sigílo possível para não desvendar nada. Estou farto de não desvendar nada, quero gritar ao mundo que te amo, dizendo o teu nome bem alto! Mas uma voz controladora aflui-me à cabeça, dando mil e uma razões porque não deveria fazer isso. E eu, de uma maneira que nem me reconheço mais, sigo a voz e calo-me, perco as palavras, coisa rara de me acontecer. Mais tarde, quando medito comigo mesmo, revolto-me contra mim, contra essa voz e, principalmente, contra este "eu que, agora, se deixa levar por uma voz derrotista. Eu não sou assim, e quem me conhece sabe disso, mas, por uma razão que desconheço, altero-me totalmente, provavelmente assim acontece porque nunca me vi nesta situação, claro que já estive apaixonado, mas desta vez é diferente.
Ai mas como me apetece dizer-te...


publicado por Sr. Dr. Ricky às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2006
Tive medo...
Quando ouvi falar de ti tive receio, medo do erro...Recusei imediatamente a ideia de pisar o teu palco, convenci-me (pensava eu) que não entraria no teu mundo e que me afastaria de ti! Estava enganado, o "bichinho do teatro" estava alojado em mim, e então tive de pisar o teu palco, de contemplar as tuas luzes, senti-me forçado pelo meu coração a entrar no teu mundo enorme e repleto de sentimentos!
Tu impressionaste-me, espantaste-me, chocaste-me mas encantaste-me! Sem ti, eu seria uma metade do que sou agora, sentiria um vazio enorme, e agora sei que estás sempre lá, é só preciso pensar em ti que tu apareces, e hoje em dia inspiras-me em tudo o que faço!
Dou-me por muito feliz de te ter!


publicado por Sr. Dr. Ricky às 19:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2006
Tu
Tu cegas-me com a intensidade do teu olhar!
Tu atrais-me como se fosses uma droga e eu fosse dependente de ti!
Quando sorris, o sol nasce no meu mundo e quando choras ele apaga-se como se se tratasse de uma vela.
Quando eu tenho frio, limito-me a pensar em ti para me aquecer.
Tu despertas em mim uma variadíssima gama de sentimentos com um simples "Olá".
Tu tiras-me as palavras da boca, antes mesmo de eu as pensar.
Tu espantas-me a cada passo que dás, pois consegues ser cada vez mais bela.
Tu possuis um poder sobre mim que nunca ninguém o possuíu.
Tu fazes-me desejar-te mesmo enquanto almoças.
Tu és a actriz principal de todos os meus sonhos.
Tu és quem eu mais amo, tu, tu e só tu...mas porquê tu?


publicado por Sr. Dr. Ricky às 20:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Pouco ou nada sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


alucinações recentes

Poema Da Treta

Foi Mais

Um Mais Um

De Volta O Ninho

Justificação de Faltas

Devaneios da Minha Imagin...

Confusão

Receita: "Auani"

Visão (fictício)

Velejando

alucinações antigas

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Blogs Obrigatórios
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds