"Não acrescentemos dias à nossa vida, mas vida aos nossos dias"
Segunda-feira, 29 de Maio de 2006
Contra A Maré

São estaladas atrás de estaladas, xicotadas atrás de xicotadas, punhos atrás de punhos, gritos atrás de gritos, empurrões atrás de empurrões...todos os dias, cada vez mais intensos, sinto obstáculos a impedirem-me de me avançar na vida, no ano, no dia, na hora!

Batalha atrás de batalha, sinto-me o vencedor mas cada vez mais aproximo-me do vencido...a cada dia que passa novas situações anseiam pela minha atenção e incapacitam-me de prestar atenção a outras coisas igualmente importantes!

Uma raiva que me assombra os sonhos, que me assalta o ser, a alma! Uma raiva contra a qual vou lutando dia após dia, numa tentativa de evitar descarregá-la na pessoa errada, num trauseante perfeitamente inocente, ou numa pessoa realmente importante para mim, que nada fez, nem nunca fará, para eu a atacar num momento enraivecido!

A cada momento que passa sinto forças a serem-me retiradas, paciência sobretudo: a mais poderosa de todas as forças! Menos para todos, principalmente para mim mesmo!

Perdoe-me o exagero em pontos de exclamação mas se estivesse a "dizer" este texto, empregaria um tom de voz bastante alto, até enrrouquecer, para assim cessar esta raiva dentro de mim apenas pelo facto de não ter voz!!

AAAAAHHH!!! Porque tem de ser sempre assim! Sempre assim, cada dia uma batalha, cada dia um problema urgente, uma questão por resolver; cada dia que passa usufruo de uma paz fictícia, um estado de tranquilidade stressado, um relaxar em frenesim!

Acho que é assim que funciono mesmo, custa-me a admitir: retenho todas as raivas, todos os motivos que tenho para "explodir" momentaneamente são enclausurados bem dentro de mim;: só para mais tarde, num dia, explodir por completo atingindo, de ricochete, todos os que me rodeiam, quer tenham culpa no cartório ou não!

Falta-me o meu escape...o meu ponto de fuga desapareceu há uns poucos anos...a única pessoa que com um tocar das suas mãos sábias me acalmava mais do que qualquer chá ou mézinha...do que qualquer artifício ou droga...

 

Estado de espírito? -> Urgentemente necessitando doutro escape...doutro ponto de fuga...difícil de encontrar...



publicado por Sr. Dr. Ricky às 21:20
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De alexiaa a 31 de Maio de 2006 às 22:03
Escapes são hobbies que arranjamos para ocupar tempos livres ou desanuviar acumulação de stress. Não sei porque mas não me parece que este seja o teu caso...se assim fosse bastaria sugerir-te que te inscrevesses em qualquer actividade fisica:) e aproveitavas para muscular os peitorais e desfilar este verão em grande estilo:)). Fora de brincadeiras acho mesmo que um escape é pouco para ti, na minha humilde ( que de humilde nao tem nada) opinião o que precisas é bem mais profundo do que isso...
Um beijinho e obrigada pela tua presença assidua no Reinvenção!


Comentar post

Pouco ou nada sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


alucinações recentes

Poema Da Treta

Foi Mais

Um Mais Um

De Volta O Ninho

Justificação de Faltas

Devaneios da Minha Imagin...

Confusão

Receita: "Auani"

Visão (fictício)

Velejando

alucinações antigas

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Blogs Obrigatórios
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds