"Não acrescentemos dias à nossa vida, mas vida aos nossos dias"
Quinta-feira, 29 de Junho de 2006
Vai uma "pêra"?

Aprendi não sei quando, igualmente, não sei onde, que o motivo que as pessoas muitas vezes têm de mudar de visual, o motivo verdadeiro e quase inconsciente, é que essas pessoas estão ou são inseguras; se uma pessoa muda de visual várias vezes é sinal de insegurança e instabilidade. Pode também significar que essa pessoa quer "apagar" uma certa fase da sua vida, mudando muitas vezes de casa, cidade, país e de visual.

Eu não sei se isto que um dia aprendi está totalmente correcto..eu posso querer mudar o meu visual apenas porque...quero! Aliás, até considero saudável as pessoas de vez em quando mudarem de visual...evitam assim a banalidade...enganam a rotina, o quotidiano, mesmo que seja só por uns dias!

Ora, eu nunca dei assim muita atenção ao "visual", até porque me considero feio e quanto a isso não há muito a fazer (mas aceito-o bem acreditem!), mas sempre me preocupei com o que visto...isso sim, considero que me visto bem. Mas isto tudo a propósito de quê?

É que uma das coisas que me chateia imenso fazer é a barba...porque chateia...sei lá porquê mas a verdade é que fazer a barba quase de dois em dois dias aborrece! E então o que é que eu fiz? Deixei crescer uma pêra. Não se pode chamar a isto pêra...não imaginem uma pêra do género bandas de heavy metal com pêras quase tão compridas como cabelos! Não...uma pêra mais há...sei lá...uma coisa modesta pronto.

E nunca vos disse, mas a minha querida e adorada mãe embirra com tudo o que seja pêlo facial, e quase que me implora para a cortar! Ora, eu até a ia cortar mas só por causa desta insistência um pouco parva da parte da minha mãe vou deixá-la por mais uns tempos...até me fartar! Isto porque, uma das coisas que eu mais estimo e prezo é a minha liberdade para com o meu corpo; ou seja, eu é que decido o que visto, eu é que decido o meu corte de cabêlo e eu é que decido se tenho uma "pêrazita" ou não!

Digamos que esta pêra é mais uma forma de frisar um ponto de vista, de realçar uma liberdade minha, mais do que mania pela moda ou preocupação exacerbada com o "visual".

 

PS: Mas que artigo mais fútil ham? Pois é, às vezes é bom caír na futilidade, arejando a cabeça de todas as responsabilidades muito menos fúteis ou da inteligência que nos previne de entrar em demasia neste tipo de conversas! =D


sinto-me: temporariamente fútil xD

publicado por Sr. Dr. Ricky às 13:42
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De alexiaa a 29 de Junho de 2006 às 18:35
Quem sou eu para "criticar" esse teu estar temporariamente...logo eu que tenho fama de futil e leviana:)
Deixa a p~era até te apetecer:))), mas não te esqueças que agora no verão a coisa aquece e ha serios riscos de ficares aí com uma marquinha branca muito pouco estética:))
Beijinhos

Ah...apaguei um comentário teu, desculpa mas não me estava a apetecer ter ali uma troca de galhardetes e tudo se encaminhava para lá:)


De alexiaa a 29 de Junho de 2006 às 18:37
Errata:) : Esse teu estar temporário..


De Sr. Dr. Ricky a 29 de Junho de 2006 às 18:42
Ola Alexiaa acho que só fizeste bem em apagar o comentário =) e não te preocupes com a marquinha branca que se fôr preciso pego num pincel e avio a questão =P hehe lol

bjinhos**


Comentar post

Pouco ou nada sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


alucinações recentes

Poema Da Treta

Foi Mais

Um Mais Um

De Volta O Ninho

Justificação de Faltas

Devaneios da Minha Imagin...

Confusão

Receita: "Auani"

Visão (fictício)

Velejando

alucinações antigas

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Blogs Obrigatórios
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds