"Não acrescentemos dias à nossa vida, mas vida aos nossos dias"
Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2006
Apetece-me...
Hoje senti uma vontade imensa de te expressar o meu amor. Mas recuei, hesitei por tempo demais e deixei o meu cérebro voltar a tomar posse de mim. É algo que ando a evitar para conseguir dizer-te tudo o que está na minha garganta ainda, acho que é por isso que escrevo os textos que escrevo, é uma forma de te expressar isto tudo sem que o meu cérebro figure como um entrave. Tu lês, dizes que gostas e perguntas para quem é, eu respondo com o maior sigílo possível para não desvendar nada. Estou farto de não desvendar nada, quero gritar ao mundo que te amo, dizendo o teu nome bem alto! Mas uma voz controladora aflui-me à cabeça, dando mil e uma razões porque não deveria fazer isso. E eu, de uma maneira que nem me reconheço mais, sigo a voz e calo-me, perco as palavras, coisa rara de me acontecer. Mais tarde, quando medito comigo mesmo, revolto-me contra mim, contra essa voz e, principalmente, contra este "eu que, agora, se deixa levar por uma voz derrotista. Eu não sou assim, e quem me conhece sabe disso, mas, por uma razão que desconheço, altero-me totalmente, provavelmente assim acontece porque nunca me vi nesta situação, claro que já estive apaixonado, mas desta vez é diferente.
Ai mas como me apetece dizer-te...


publicado por Sr. Dr. Ricky às 19:48
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De Anónimo a 20 de Janeiro de 2006 às 14:58
Não digas...deixa andar:))), Já sabes que sou do contra:)))beijoalexiaa
(http://www.alexiaa.blogs.sapo.pt)
(mailto:salexia@hotmail.com)


De Anónimo a 20 de Janeiro de 2006 às 14:40
Pelos vistos ela é curiosa ;)
Quando sentires que lhe deves dizer força .Imagina que ela tb esta a espera de te dizer alguma coisa , mas esta a espera do teu passo? ;) nunca se sabe lol.
Beijinho grande *Andreia
</a>
(mailto:andreiafssilva@gmail.com)


De Anónimo a 19 de Janeiro de 2006 às 20:23
Se te apetece, diz. Parece mais que nunca claro que é isso que vai acontecer, dizeres-lhe e ficares com o sabor de amêndoa na língua.Tiago
(http://luminescente.blogspot.com)
(mailto:jamesp_m@hotmail.com)


Comentar post